Categories
Notícias

Estudo do CEsA para a Cáritas Portuguesa mostra importância de ação social que beneficiou mais de 10 mil pessoas durante a pandemia

Um estudo inédito realizado com o apoio do Centro de Estudos sobre África e Desenvolvimento, ligado à unidade de Investigação em Ciências Sociais e Gestão do Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa (CEsA/CSG/ISEG/ULisboa), para a Cáritas Portuguesa mostrou que a instituição beneficiou 10.444 pessoas e 3.205 famílias com ações sociais de resposta à Covid-19 ao longo de 2021 nos distritos de Portugal Continental e Ilhas. Uma dessas ações é um Programa Nacional de apoio alimentar e financeiro que visa suprir necessidades básicas como rendas, despesas com saúde e eletricidade.

Entre os beneficiários das ações sociais da Rede Cáritas em Portugal, 60% recorreram pela primeira vez a esse apoio, o que demonstra a importância das atividades da Rede, principalmente no contexto inesperado e de urgência da pandemia.

Esses e outros resultados foram apresentados no último dia 16 de dezembro de 2021 durante o lançamento do estudo “A Rede Cáritas em Portugal e a Resposta à Covid-19”. O estudo foi realizado entre abril e agosto de 2021 e contou com o apoio do CEsA, no âmbito das atividades da Oficina Global. O relatório é de autoria dos investigadores Luís Mah (coordenador), Luís Pais Bernardo, Ana Luísa Silva e Renata Vieira de Assis.

O estudo pode ser descarregado integralmente no repositório do CEsA ou no site da Cáritas Portuguesa. Há também a versão sumário executivo, disponível no site da Oficina Global.

Mais informações nos sites da Oficina Global e da Rede Cáritas em Portugal.

Autor: Comunicação CEsA (comunicacao@cesa.iseg.ulisboa.pt) com informações da Cáritas Portuguesa
Imagem: Reprodução/Cáritas Portuguesa


ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa

Rua Miguel Lupi, nº20
1249-078 Lisboa
Portugal

  +351 21 392 5983 

   comunicacao@cesa.iseg.ulisboa.pt