Ciclo de Conversas | DIVERSIDADE DO TRABALHO, PRECARIEDADE E DESIGUALDADES

Nesta conversa, pretende-se debater, essencialmente, três questões. De que falamos quando falamos de trabalho e qual o contributo das leituras feministas para ampliar e ressignificar o conceito de trabalho a partir de uma atenção particular à esfera reprodutiva e ao trabalho doméstico e de cuidados? Como ler as múltiplas desigualdades que atravessam a esfera laboral, nomeadamente aquelas que resultam da divisão sexual do trabalho na esfera produtiva e as que decorrem da divisão internacional do trabalho e da reprodução, nos dias de hoje, de padrões coloniais e de fortes hierarquias assentes na racialização e na intersecção entre relegação territorial, discriminação laboral, desigualdades escolares e outras? E, finalmente, o que é a precariedade e como se articula com as múltiplas formas de fragilização laboral e quais têm sido os fenómenos de rebelião do precariado e as dinâmicas de ação coletiva que apontam para a possibilidade de um sujeito coletivo fundado na condição de precariedade? Para isso, contamos com quem tem dado um contributo inestimável, na sociologia portuguesa mas também francesa e brasileira, para pensar estes temas.

9 Junho | 17h30 – 19H

Participem!

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comentários:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *