Chamada de trabalhos para o 2º Simpósio Internacional Anual | Instituto para a Investigação sobre Países de Língua Portuguesa


O Instituto para Investigação sobre Países de Língua Portuguesa convoca para a submissão de trabalhos para o seu 2º Simpósio Internacional Anual até 21 de outubro de 2019. O foco deste 2º Simpósio Internacional Anual, que decorrerá a 23-24 de outubro de 2019, na City University of Macau, será avaliar as realizações e desafios enfrentados pelo PSIDS (Portuguese-Speaking Small Island Developing States) após quase cinquenta anos de independência, bem como, a dinâmica de seu relacionamento com a China. 

Ler+


Palestra "A Integração Europeia e as Determinantes da Convergência/Divergência da Economia Portuguesa", com o Prof. Vítor Santos (CEsA/ISEG)


Próximo dia 24 de outubro, às 18h, no ISEG (Auditório 3, Quelhas) tem lugar a Palestra "A Integração Europeia e as Determinantes da Convergência/Divergência da Economia Portuguesa", com Vítor Santos, Professor catedrático do ISEG, Ex- Presidente da ERSE - Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos e Ex-Secretário de Estado da Energia. Esta Palestra acontece no âmbito dos Mestrados em Economia Internacional e Estudos Europeus e Desenvolvimento e Cooperação Internacional, e é de acesso aberto ao público em geral.


Encontro "Áfricas Contemporâneas: Do Continente às Diásporas. Pensar o Universal a partir dos Arquivos Afro-Diaspóricos", de 10 a 19 de outubro de 2019, na Universidade de São Paulo (e pela cidade de São Paulo)

some text

O Encontro "Áfricas Contemporâneas: Do Continente às Diásporas. Pensar o Universal a partir dos Arquivos Afro-Diaspóricos" é um evento realizado em parceria com o Brasil (vários) que reúne um conjunto de convidados que se debruçam sobre temáticas relacionadas com África(s): 'Áfricas' no mundo e o mundo visto a partir de 'Áfricas'.
Estão convidadas e convidados pensadores, activistas e artistas da África do Sul, Cabo Verde, Egipto e Senegal, africanos da diáspora em Portugal, bem como de Inglaterra, em que nas suas obras, nos campos académico, social e política, artístico e cultural, colocam em questão o lugar do continente africano como o território da falta, da perda e da necessidade bem como a diáspora vista apenas sob o ângulo da fuga, da impossibilidade, da fragilidade do continente (económica, social e intersubjetiva) e da subalternidade das suas populações no mundo. Visam, nesse sentido, desmistificar a compreensão das 'Áfricas' e das diásporas desde a perspectiva do colonialismo.
Serão trazidos à cena os movimentos políticos e sociais que se dão nas sociedades africanas actuais; as produções intelectuais a partir do próprio continente e de suas trocas, deslocamentos e fricções; as territorialidades e subversões do espaço; o racismo e as desigualdades contemporâneas; género e diásporas africanas; a memória a partir de documentos históricos africanos; o papel das artes na produção de escritas e registos múltiplos. Tais temas provocarão debates que fazem tanto pensar a pluralidades de realidades africanas actuais, como seus aportes para reflectir sobre as dimensões universais em diferentes campos do saber e do fazer a partir do tema "Áfricas Contemporâneas". Esta iniciativa é organizada pelo CEsA e pela Universidade de São Paulo, Brasil. Durante 10 dias, vários eventos percorrerão a cidade da São Paulo, Brasil (vd. a agenda).

ler +


Diálogos Luso-Brasileiros: Ciclo de Conversas sobre Economia Política Contemporânea
Diálogo#2: Desenvolvimentismo e Neo-Desenvolvimentismo, com  Pedro Paulo Zahluth Bastos da UNICAMP e António Mendonça do CEsA/ISEG

A segunda sessão do Ciclo de Diálogos Luso-Brasileiros tem lugar próximo dia 16 de outubro, à hora combinada, na Biblioteca Nacional de Portugal, com os convidados Pedro Paulo Zahluth Bastos da UNICAMP, Brasil, e António Mendonça do CEsA/ISEG, Portugal. Nesta sessão será debatido o tema "Desenvolvimentismo e Neo-Desenvolvimentismo", noções que baseiam o crescimento económico na sustentabilidade e na equidade social.

Entrada livre, com limite de lotação.

► Descarregar o cartaz/programa aqui.

► Detalhes da iniciativa aqui