Ciclo de Conversas Virtuais sobre o impacto da pandemia de Covid-19 no futuro da governação global

Ciclo de Conversas Virtuais: A Covid-19 e as Alterações Climáticas


A Oficina Global, uma iniciativa do CEsA e do Mestrado de Desenvolvimento e Cooperação Internacional (ISEG), está a promover um ciclo de webinars sobre o impacto da pandemia de Covid-19 no futuro da governação global.
O quarto webinar será dedicado à reflexão sobre o tema Cidades, alterações climáticas e sustentabilidade: e depois da pandemia?, com os convidados Mariana Balau, Professora do Departamento de Relações Internacionais da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUC Minas, e Susana Fonseca, Activista da Associação Zero, e moderação a cargo de Gabriel Medeiros, SDG Officer no ISEG.
Conete-se connosco dia 14 de maio às 18h30 (Portugal) e 14h30 (Brasília, Brasil)!
A participação é gratuita, mediante inscrição prévia.

► Inscreva-se aqui

► Consulte o programa global aqui

► Veja ou reveja os vídeos dos webinars aqui


Ciclo de Conversas Virtuais sobre a Covid-19 e (des)igualdade de género


A Oficina Global, uma iniciativa do CEsA e do Mestrado de Desenvolvimento e Cooperação Internacional (ISEG), está a promover um ciclo de webinars sobre o impacto da pandemia de Covid-19 no futuro da governação global.
O terceiro webinar deste ciclo será dedicado ao tema Covid-19 e (Des)igualdade de Género e convida Ana Sofia Fernandes, Activista da Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres, e Rhaissa Pagot, Investigadora Doutoranda em Ciência Política na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, com moderação a cargo de Naira Barros de Oliveira (MDCI, ISEG).
Conete-se connosco dia 7 de maio às 18h30 (Portugal) e 14h30 (Brasília, Brasil)!
A participação é gratuita, mediante inscrição prévia.

► Inscreva-se aqui

► Consulte o programa global aqui

► Veja ou reveja os vídeos dos webinars aqui


Sessão 3: A Covid-19 e (des)igualdade de género


A Oficina Global, uma iniciativa do CEsA e do Mestrado de Desenvolvimento e Cooperação Internacional (ISEG), está a promover um ciclo de webinars sobre o impacto da pandemia de Covid-19 no futuro da governação global.
O terceiro webinar deste ciclo será dedicado ao tema Covid-19 e (Des)igualdade de Género e convida Ana Sofia Fernandes, Activista da Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres, e Rhaissa Pagot, Investigadora Doutoranda em Ciência Política na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, com moderação a cargo de Naira Barros de Oliveira (MDCI, ISEG).
Conete-se connosco dia 7 de maio às 18h30 (Portugal) e 14h30 (Brasília, Brasil)!
A participação é gratuita, mediante inscrição prévia.

► Inscreva-se aqui

► Consulte o programa global aqui

► Veja ou reveja os vídeos dos webinars aqui


Sessão 2: Necropolítica em tempos de Covid-19


A Oficina Global, uma iniciativa do CEsA e do Mestrado de Desenvolvimento e Cooperação Internacional (MDCI, ISEG), está a promover um ciclo de webinars sobre o impacto da pandemia de Covid-19 no futuro da governação global.
O segundo webinar será dedicado ao impacto da Covid-19 na saúde pública global, com os convidados Vinícius Tavares, Professor do Departamento de Relações Internacionais da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – PUC Minas, e Manuela Silva, Psiquiatra no Hospital de Santa Maria, Lisbon Institute for Global Mental Health. A moderação está a cargo de Luís Bernardo, investigador CEsA, ISEG.
A participação é gratuita, mediante inscrição prévia.
A inscrição para a primeira sessão, a ter lugar no dia 30 de abril (próxima quinta-feira), encontra-se aberta.

► Inscreva-se aqui

► Consulte o programa global aqui



A Invenção do Assimilado. Paradoxos do Colonialismo em Moçambique, de autoria de Lorenzo Macagno

De autoria do nosso investigador colaborador Lorenzo Macagno, Invenção do Assimilado. Paradoxos do Colonialismo em Moçambique, uma edição da Colibri, é um livro que explora as vicissitudes e os paradoxos do colonialismo em Moçambique. Macagno parte do pressuposto de que o colonialismo funciona como um sistema de práticas e representações e, como tal, pode ser analisado como cultura. Para estudá-lo da mesma maneira que os antropólogos estudam uma determinada cultura, é preciso investigar o que pensam – e o que fazem – os “nativos” que conferem sentido a essa cultura: juristas, administradores, militares e governadores coloniais. Apesar de pertencer ao passado, o paradoxo colonial continua interpelando-nos sob as mais variadas roupagens. Em que campo de batalhas, reais ou imaginárias, reside a sua actualidade e a sua resiliência? “A invenção do assimilado” procura dar algumas respostas a essa e outras interrogações.
Lorenzo Macagno é Professor do Departamento de Antropologia da Universidade Federal do Paraná (UFPR, Brasil) e desenvolve investigação no ramo da cultura e política em Moçambique.

► Mais informação aqui.